Publicidade

Posts com a Tag Futebol Argentino

sábado, 19 de fevereiro de 2011 Boca Juniors, Clausura, Racing | 12:18

Díspares e iguais

Compartilhe: Twitter

Racing e Boca Juniors iniciaram o Clausura 2011 como fortes candidatas ao título – cada qual com seu motivo -, após fracassos seguidos nos últimos torneios. Mas bastou apenas uma rodada para criar uma interrogativa neste panorama. E hoje, às 22h10, as equipe se enfrentam no Cilindro de Avellaneda, com os mesmo problemas futebolísticos, por assim dizer, a ausência das peças principais, ou melhor, de enganches. E por causa disso, ambos passaram do 4-3-1-2 para o 4-4-2.

Moreno ficará parado de sete a oito meses.

Do lado da Academia, a contusão – ruptura dos ligamentos cruzados do joelho esquerdo – do colombiano Gio Moreno ganhou os noticiários futebolísticos do país durante toda a semana. (Infelizmente, condenando o seu marcador, Hugo Barrientos, na partida em que Gio se lesionou sozinho. Mas isso é outra história) Para piorar a situação do Racing, Toranzo ainda não se recuperou da lesão muscular que o tirou da estréia da equipe. Então, o jovem Juan Cruz Respuela jogará pela esquerda, enquanto Pillud jogará mais avançado pela direita. E Lucas Aveldaño entra vaga do suspendo Matías Cahais. O Racing vai à campo com De Olivera; Lucas Licht, Lucas Aveldaño, Matías Martínez e Marcos Cáceres; Juan Cruz Respuela, Raúl Poclaba, Franco Zuculini e Iván Pillud; Hauche e Lugüercio.

Riquelme é o principal desfalque Xeneize.

Por sua vez, Boca Juniors, que estreara sendo goleado na Bombonera, pelo Godoy Cruz, vai à campo sem Juan Román Riquelme – que sofreu uma entorse no tornozelo direito – e também não poderá contar com Walter Erviti, que cumprirá suspensão. Então, Julio César Falcione mandará a campo, Diego Rivero no lugar de Erviti e Nicolás Colazzo na vaga de Riquelme. Além de Monzón no lugar de Calvo, na lateral. O Boca jogará com Javier García; Clemente Rodríguez, Caruzzo, Insaurralde e Monzón; Rivero, Battaglia, Somoza e Colazo; Mouche e Palermo.

Assim, a equipe Xeneize atuará com a mesma equipe que jogou durante o verão e a colocou entre os favoritos. Se a pré-temporada colocou o Boca entre os favoritos, Gio Moreno, e o plantel, trouxeram a Acadé a esperança do título. Entretanto, logo na primeira rodada, as projeções ganharam incógnitas. Que não serão desfeitas hoje, mas que poderá começar a ganhar novos prospectos, sem aspas ou asteriscos.

__

Extra-campo. Ontem, à noite, na primeira reunião do Conselho Diretivo do Boca Juniors houve bate boca e agressões. O presidente do clube, Jorge Amor Ameal, nomeou Marcelo London como chefe do departamento de futebol amador, cargo até então, pertencente à Fabián Beraldi. Os dois começaram a trocar insultos e acusações até chegarem às vias de fato e serem separados. José Beraldi – irmão de Fabián e primeiro vicepresidente – havia entrado na discussão, que foi suspensa pelo mandatário do clube. A primeira reunião do ano, normalmente, é a mais importante, pois nela se nomeia cargos e funções aos dirigentes. Entretanto, há uma problemática, este ano é ano eleitoral no clube, logo, alguns cargos ou funções acarretaria em melhor posição diante dos sócios e da torcida por uma possível eleição.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011 Clausura | 17:01

Clausura, 2ª Fecha

Compartilhe: Twitter

Logo mais, a segunda rodada do Clausura 2011 terá início. E após algumas alterações nos horários dos jogos, ficou definido que amanhã (19) haverá quatro partidas, dentre elas, Racing e Boca Juniors medem força no Cilindro de Avellaneda. E apesar de eles serem dois dos ditos cinco grandes do futebol argentino, vale observar que: não é um típico clássico argentino.

Aos desavisados, esta afirmativa soa estranho, pois trata-se de grande clubes do futebol local. E para os que desejam entender melhor esse raciocínio, indico o texto do amigo historiador Tiago Melo, aqui. Partindo desta visão, pode-se dizer que, o clássico da rodada é Vélez Sarsfield e All Boys. Mas, apenas pela rivalidade bairrista.

Argentinos Jrs e Independiente, no estádio Diego Armando Maradona, fazem o duelo das equipes que disputam a Copa Libertadores da América. Enquanto, River Plate e Huracán e Gimnasia y Esgrima de La Plata e Olimpo jogam em confrontos diretos na luta contra o descenso. Dos quais, apenas o clube de Núñez encontra-se fora da zona de descenso. Mas, ainda assim, correndo um grande risco.

Sexta-feira (18)
20h Gimnasia y Esgrima de La Plata x Olimpo
22h10 Banfield x Colón

Sábado (19)
20h10 Argentinos Jrs. x Independiente (Esporte Interativo)
20h10 Newell’s Old Boys x Lanús
22h15 Racing x Boca Juniors (Esporte Interativo)
22h15 Vélez Sarsfield x All Boys

Domingo (20)
17h Quilmes x Estudiantes
19h10 River Plate x Huracán (Esporte Interativo)

Segunda-feira (21)
19h Arsenal x Tigre
21h10 Godoy Cruz x San Lorenzo

Acompanhe por aqui também as partidas.

*Horário de Brasília

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

Copa Libertadores da América, Curiosidade, Godoy Cruz | 02:00

Um dia para história…

Compartilhe: Twitter

Nico Sánchez comemora o gol da vitória

17 de fevereiro de 2011. Um dia histórico para o Club Deportivo Godoy Cruz Antonio Tomba. Com direito a festa da torcida antes, durante e depois do jogo, o Tomba debutou com vitória, na Copa Libertadores da América, ante LDU Quito-EQU, por 2 a 1.

Era estréia, mas os mendocinos se comportaram como uma equipe experiente e segura jogou com tranquilidade e logo 16 minutos abriu o placar com o meia uruguaio Carlos Sánchez, aproveitando o rebote do goleiro. Após o gol, os argentinos ganharam mais confiança e sufocaram os equatorianos.

Na segunda etapa, ocorreu o inverso. Aos oito minutos, o lateral Reasco, já conhecido dos brasileiros, empatou a partida, tocando de cabeça na saída de Torrico. Mas em pouco tempo, aos 16 minutos, os Bodegueros desempataram, com outro Sánchez, desta vez, Nico, de cabeça, após cobrança de falta.

Aos 45, a LDU ficou com dez – com a expulsão de Hidalgo – e o que parecia ficar mais tranquilo foi apenas ilusório. Os equatorianos perderam inúmeras chances de empatar nos acréscimos. Assim, o clube de Antonio Tomba, que terá pela frente um grupo teoricamente forte, comemora a data que nunca será esquecida. Quiçá no Bar Victoria só para voltar às origens.

Veja os gols da partida:

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011 Clausura | 02:27

Fecha 1: Resumo

Compartilhe: Twitter

Com o término da primeira rodada, nesta segunda-feira (14), ainda é difícil avaliar o que está por vir, no entanto, algumas observações já podem e devem ser feitas. Começando pelo Boca Juniors, que decepcionou sua torcida ao ser goleado pelo Godoy Cruz, na Bombonera, por 4 a 1. Convenhamos que nem os mais pessimistas do Xeneizes poderiam imaginar um placar tão elástico, embora, ele não faça justiça ao que foi o jogo.

O garoto Guillermo Barros Schelotto, aos 37 anos.

No confronto direto contra a zona de Promoción, River Plate e Tigre jogaram, em Victoria, uma partida fraca tecnicamente. E o placar de 0 a 0 representa bem o que foi o embate. Sem emoções. Outra equipe que joga uma final a cada rodada é o Gimnasia y Esgrima de La Plata, que enfrentou o San Lorenzo, no estádio Nuevo Gasómetro, e ficou no 1 a 1. Destaque para os estreantes Néstor Ortigoza, no Ciclón, e Guillermo Barros Schelotto, no Lobo. Este último cavou o pênalti que deu o empate a equipe platense.

Já no embate entre equipes que disputam a Copa Libertadores da América, Independiente e Vélez Sarsfield, empataram em 2 a 2, num jogo emocionante. Destaque para a falha do arqueiro Rojo Hilário Navarro, que resultou no gol de Burrito Martínez – aquele que sofreu o pênalti na quarta, pela Seleção. Entretanto, Santiago Silva se contundiu e ficará fora da estréia no torneio continental. Já o Estudiantes derrotou o apático Newell’s Old Boys, por 2 a 1. Destaque para Enzo Pérez, que assistiu os dois gols Pincha, enquanto que Bieler… Ah, esquece.

Em Bahia Blanca, Olimpo promoveu a única virada da rodada, em cima do Banfield: 2 a 1. Nem a estréia do técnico Gallego Méndez e do enganche uruguaio Diego De Souza, consegui salvar o Taladro. Enquanto que, em Santa Fé, o veterano Esteban Fuertes, com um doblete, salvou o Colón e o torcedor que acompanhava a partida. 2 a 0, ante Quilmes, que segue em último na tabela de Promédio. Outra equipe que vive à sombra do descenso é o Huracán, que vencia o Argentinos Jrs, até sofrer no último minuto da partida: 1 a 1.

Hauche, a chave da vitória da Academia

Para finalizar, o Racing – que surpreendentemente, é tido como um dos favoritos para o Clausura – derrotou o All Boys, com gol de raça e habilidade de Hauche. Ortega ainda não estreou no Albo, por causa de uma apendicite. Lanús venceu o Arsenal de Sarandí, por 3 a 1. Os destaques foram os atletas que vieram do velho continente – Valeri, Regueiro e Camoranesi – pelas participações nos tentos da equipe. Caffa – que também jogou na Europa – descontou.

Prospectar ainda é prematuro. Em alguns casos é evidente o desfecho, porém há 18 rodadas a serem jogadas. Mas para as equipes que visam os extremos, cada partida será de suma importância. E alguns nomes ainda darão o que falar. Aguardem…

Resultados

(5º) Estudiantes 2 x 1 Newell’s Old Boys (15º)
(8º) Independiente 2 x 2 Vélez Sarsfield (7º)
(4º) Olimpo 2 x 1 Banfield (16º)
(9º) San Lorenzo 1 x 1 Gimnasia y Esgrima LP (11º)
(3º) Colón 2 x 0 Quilmes (19º)
(17º) All Boys 0 x 1 Racing (6º) 
(20º) Boca Juniors 1 x 4 Godoy Cruz (1º)
(14º)Tigre 0 x 0 River Plate (13º)
(2º) Lanús 3 x 1 Arsenal (18º)
(10º) Huracán 1 x 1 Argentinos Jrs. (12º)

Os gols da 1a rodada

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 12 de fevereiro de 2011 Clausura, Gimnasia LP, San Lorenzo | 23:35

Um a Um para Gimnasia

Compartilhe: Twitter

Transição de espírito. O Gimnasia y Esgrima de La Plata jogou tempos distintos, assim como San Lorenzo. No primeiro o que se viu foi o “antigo” Lobo, no segundo, o “novo”. Ou um protótipo dele. Enquanto, o San Lorenzo jogou na primeira etapa o time que se enquadra no antiquado rótulo de um dos “cinco grandes”, no pós-intervalo, foi o time das últimas temporadas. Ou seja, não poderia ser diferente: empate, 1 a 1.

Guille - o autor da peripécia que resultou no gol do Lobo - e Menseguez, o autor do gol do Ciclón.

O Ciclón apresentou as quatro aquisições – Carmona, Velázquez, Salgueiro e Ortigoza – e, diga-se, elas fizeram efeito. Mas foi Romagnoli que conduziu a equipe na primeira etapa, as melhores chances passavam por seus pés. E num lance que gerou dúvidas pelo posicionamento (mas após ver e rever tive a impressão de ter sido regular), Menseguez aproveitou a sobra de bola e abriu o placar.

O GELP apenas tentava resistir. Guillermo Barros Schelotto parecia perdido em campo, faltava-lhe uma companhia na criação. E Ángel Cappa, também, deve ter percebido isso. Na volta do vestuário, Neira e Rinaudo dividiu as ações com Mellizo, e as coisas mudaram.

Tecnicamente, está longe de ser o ideal, mas ninguém deve esperar o Lobo jogando o um futebol fino, vistoso, mas sim, uma equipe aguerrida e com uma aura vencedora. Visando escapar do descenso. Mas, do outro lado, havia uma equipe que sonha com o título. Ortigoza logo irá assumir como cérebro do meio campo.

E Guille ainda aprontaria uma das suas. Sofreu o pênalti que Neira cobrou e empatou a partida. E, apesar de, ambas equipes terem chances de ampliar, principalmente o Cuervo, o arqueiro do Lobo, Gastón Sessa – que completara 400 jogos -, salvou a pátria platense e contou com a sorte, ou com a trave.

A igualdade foi recebida de formas díspares pelas equipes. Para o San Lorenzo um tropeço na caminhada rumo ao título, já para o GELP o primeiro de, quiçá, muitos pontos, os quais serão necessários para livrar a equipe do rebaixamento. E o pênalti em Schelotto foi a cereja no bolo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011 Clausura | 18:40

Pelotazo incial

Compartilhe: Twitter

Finalmente, o campeonato argentino está de volta. O torneio Clausura 2011 começa logo menos com diversos atrativos, que irei discorrer ao longo do semestre. Briga contra o descenso, título, vaga para competições internacionais, embates individuais e clássicos, iguais a (quase) todos os torneios. Se não houvesse personagens marcantes.

Guillermo Barros Schelotto, por exemplo, voltou a equipe de coração – Gimnasia y Esgrima de La Plata – para tentar salvá-la do descenso e se aposentará ao término do torneio, ante Boca Juniors, equipe na qual se tornou ídolo. A equipe Xeneize que atualmente conta com dois ex-Banfield Erviti e Falcione – enfrentará o Taladro, que foi um dos maiores adversários nessa pré-temporada, por causa da polêmica envolvendo as duas contratações provenientes do clube de Florencio Sola. Além do Superclássico, é claro.

Já o River Plate terminou o último torneio – Apertura – com uma boa imagem, mas conseguiu destruí-la parcialmente nesta pré-temporada. Mas terá de se superar caso não queira se complicar na briga contra o rebaixamento. Enquanto que, o Estudiantes de La Plata que possui a mesma base há anos perdeu uma peça fundamental, o técnico Alejandro Sabella, dias antes do início do Clausura. 

Por sua vez, o Vélez Sarsfield – com a contratação de Ramírez – possui o melhor sistema ofensivo do país, agora terá de fazer jus às expectativas. Entretanto, Huracán, Tigre, Olimpo e Quilmes – assim como o já citado GELP e River – terá árduas batalhas para fugir do descenso.

Vale observar, também, o Banfield e Diego De Souza, assim como Mauro Camoranesi no Lanús e o Matías Defederico no Independiente. E, quiçá, o All Boys – que já foi uma grata surpresa no Apertura – com Ariel Ortega. Ah, Zuculini está de volta ao Racing

Enfim, a primeira rodada começa hoje à noite. Aliás, serão duas partidas nesta sexta, três no sábado, três no domingo e dois na segunda. Aos que não tem onde acompanhar os jogos sugiro este link.

Sexta-feira (11)
19h Estudiantes x Newell’s Old Boys (Esporte Interativo)
21h10 Independiente x Vélez Sarsfield (Esporte Interativo)

Sábado (12)
17h Olimpo x Banfield
19h10 San Lorenzo x Gimnasia y Esgrima LP
21h15 Colón x Quilmes

Domingo (13)
17h All Boys x Racing
19h10 Boca Juniors x Godoy Cruz (Esporte Interativo)
21h15 Tigre x River Plate (Esporte Interativo)

Segunda-feira (14)
19h Lanús x Arsenal
21h10 Huracán x Argentinos Jrs.

*Horários de Buenos Aires, ou seja, uma hora a menos do que o horário de Brasília.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 5
  3. 6
  4. 7
  5. 8
  6. 9
  7. Última