Publicidade

Posts com a Tag Clausura

sexta-feira, 8 de abril de 2011 Clausura | 15:48

Clausura, 9ª fecha: É agora, Palermo?

Compartilhe: Twitter

748 minutos. Este é o tempo que Martín Palermo, maior goleador xeneize, não marca em jogos oficiais, o equivalente a oito partidas e meia. O último gol foi marcado contra Gimnasia y Esgrima, em 13 de dezembro de 2010, no empate em 1 a 1 na Bombonera, pela última rodada do último Apertura. Nove rodadas depois, e à 22 minutos da pior marca, o Titán terá outra chance, agora, contra o Lanús para quebrar este hiato incômodo.

Mas não só Palermo e Boca Juniors movimentarão a nona rodada do Clausura, Estudiantes e San Lorenzo prometem uma grande partida entre equipe candidatas ao título e à liderança provisória. Ambas equipes vão à campo com força máxima na partida que abre a rodada, neste sexta-feira. Da mesma forma, o River Plate – que vem de três jogos sem perder e divide a liderança com o Pincha – pretende manter a boa sequência ante Banfield, apesar de já ter declarado que o título não é o primeiro objetivo e sim escapar do descenso.

Falando nisso, Tigre e All Boys fazem o duelo dos desesperados da rodada. Apesar da equipe de Victoria está em melhor situação tanto no promédio quanto na classificação do Clausura, ainda não está livre da B Nacional. Porém o Albo encontra-se em situação delicada: seis jogos sem vencer e na zona de Promoción. Assim como Palermo, não ver a hora do êxito.

Sexta-feira (08)
19h10 Estudiantes x San Lorenzo
21h30 Independiente x Godoy Cruz

Sábado (09)
14h Colón x Olimpo
16h10 Arsenal x Quilmes
18h20 Huracán x Racing
20h20 River Plate x Banfield (Esporte Interativo e Canchallena)

Domingo (10)
14h Argentinos Jrs x Gimnasia y Esgrima
16h Lanús x Boca Jrs (Esporte Interativo)
18h Tigre x All Boys
20h15 Vélez Sarsfield x Newell’s Old Boys (Esporte Interativo)

Ou acompanhe toda rodada por aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 3 de abril de 2011 Clausura | 23:25

Fecha 8: Resumo

Compartilhe: Twitter

Ao final da oitava rodada pouca coisa mudou na classificação do Clausura e na tabela de descenso. Entretanto, algumas curiosidades fizeram-se presentes: apenas Boca Juniors e Godoy Cruz venceram como seus jogos como locais, ou seja, esta rodada foi dos visitantes. Niell marcou o gol número três mil do Argentinos Jrs na era profissional, enquanto Palermo segue a quase oito jogos sem marcar. A média de gols foi de 2,6 por partida e Juan Cámpora, do Huracán, assumiu a liderança isolada da artilharia. E o Boca, que completou 106 anos, venceu o líder. 

GELP e Indep'te fizeram um jogo muito brigado.

Era uma partida importante para Gimnasia y Esgrima e Independiente, mas as equipes não se deram conta disso. O Lobo foi melhor durante maior parte da partida e não converteu a superioridade em gols. Do outro lado, havia o Rojo jogando mal, com um a menos e mostrando o empate estava de bom tamanho. Até chegar aos 45 minutos do segundo tempo e Pellerano converter o gol da vitória. O resultado quebrou um histórico de 15 partida sem vitórias do Indep’te em La Plata, e deixou o GELP em situação complicado na zona de descenso, e desfalques importantes para o próximo jogo, como Juan Neira e Fabián Rinaudo – que receberam o quinto amarelo -, além de Schelotto que está lesionado. 

Argentinos Juniors e Banfield fizeram uma partida regular. Apresentaram um bom volume de jogo na primeira etapa e o Bicho conseguiu se impor, venceu o Taladro por 2 a 0 e segue sendo o único invicto do torneio. Enquanto isso, o Banfield, acumula três partidas sem vitória. Fato curioso: Franco Niell ao marcar o primeiro gol do jogo, converteu o gol número 3000 da história do profissionalismo nos torneios da AFA, do Bicho

O All Boys, que vinha de quatro derrotas, ficou no zero a zero ante Lanús. O Albo foi levemente superior, mas não conseguiu traduzir isso em gols. Já o Granate, que vinha de uma bela vitória sobre o Racing até tentou, mas esbarrou na falta de eficiência. Além de mostrar, cada vez mais, a dependência em Diego Valeri. A equipe de Floresta soma 573 minutos sem marcar.

De líder a zona de descenso, da zona de descenso a liderança. Assim vive o Olimpo rodada após rodada. Apesar de jogar em casa e criar diversas oportunidades, a equipe de Bahía Blanca não conseguiu vencer o Vélez Sarsfield, que cola no Estudiantes e torna-se um candidato forte ao título. Nas últimas rodadas, o futebol do Fortín teve uma boa melhora, apesar de que a ausência de Maxi Moralez é uma baixa significativa.

Jogadores do Tigre comemoram o gol da vitória ante Racing.

O Newell’s Old Boys tem sido decepcionante neste Clausura, mas nesta rodada mereceu aplausos. Não por um gol, vitória ou grande jogada, mas sim pela reação na partida ante Arsenal. A Lepra perdia por 2 a 0 ao final da primeira etapa, e em oito minutos da segunda etapa empatou. Chances, de lado a lado, foram criadas e desperdiças, mas a expulsão de Sperdutti fez a equipe rosarina se fechar e optar pelo resultado em vigente. Com o resultado, Sensini seguiu no cargo.

Talvez a instabilidade seja o maior rival do Racing. E apesar da arbitragem controversa, faltou equilibro entre o ataque e a defesa. Do outro lado, o Tigre, que entrou em campo com a proposta de contraatacar, conseguiu explorar e vencer o rival. Erros, expulsões e agora três jogos sem vencer. A equipe de Victoria somou importantes pontos no promédio. A Academia se distancia dos primeiros colocados.

Em uma partida bastante movimentada, principalmente na primeira etapa, Godoy Cruz quebrou a sequência de cinco partidas sem perder do Huracán. Apesar da primeira etapa agitada, a segunda deixou muito a desejar. Ainda assim, o Tomba conseguiu imprimir um domínio. Para o Globo, as derrotas dos rivais diretos – Gimnasia y Esgrima e Olimpo – já valeram a rodada.

Não necessariamente um confronto direto, mas sim de duas equipes necessitadas. No qual o River Plate se deu melhor, soma a segunda vitória consecutiva, divide a liderança e consegue preciosos pontos na tabela de classificação, enquanto o Quilmes, segue na lanterna e sem vencer. Os Millionários não precisaram jogar uma grande partida para mostrar a superioridade diante dos Cerveceros, que ainda assim, mostraram-se presas fáceis. E, diga-se, Erik Lamela estive em tarde inspirada. O resultado foi placar mínimo, porém o suficiente para as aspirações da equipe de Núñez.

Riquelme comemora seu gol e o aniversário xeneize.

Postulante ao título, San Lorenzo não foi a equipe que tem sido costumeiramente, embora tenha criado diversas oportunidades, mas careceu de definição. Enquanto isso o Colón apostou em explorar os erros do adversário e levou a melhor. O Ciclón pagou caro por alguns erros defensivos e de conclusão. O Sabalero tinha Diego Pozo, que foi muito bem na partida, e Lucas Acosta, que marcou um doblete.

No dia do seu aniversário de 106 anos, Boca Juniors derrotou o líder Estudiantes, que começou vencendo com um gol do uruguaio Rodrigo López, aproveitando o erro de Insaurraldi. Mas a noite era do Boca e de Riquelme. O meia marcou de falta e criou outras tantas jogadas, dentre elas assistiu Viatri que marcou, mas teve o gol anulado. Embora tenha sido o próprio Viatri, após cruzamento de Mouche, o autor do gol da vitória aos 44 dos segundo tempo. O Pincha segue líder, os Xeneizes… tiveram mais um motivo para comemorar. Enquanto que Palermo bateu seu próprio recorde negativo e soma oito jogos oficiais sem marcar.

Resultados:

(17º) Gimnasia y Esgrima 1 x 2 Independiente (13º) 
(10º) Banfield 0 x 2 Argentinos Jrs. (5º)
(19º) All Boys 0 x 0 Lanús (11º)
(7º) Olimpo 1 x 2 Vélez Sarsfield (4º) 
(18º) Newell’s Old Boys 2 x 2 Arsenal (16º) 
(9º) Racing 1 x 2 Tigre (12º) 
(3º) Godoy Cruz 3 x 1 Huracán (14º) 
(20º) Quilmes 0 x 1 River Plate (2º) 
(6º) San Lorenzo 1 x 2 Colón (8º) 
(15º) Boca Juniors 2 x 1 Estudiantes (1º) 

Veja os gols da rodada:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 31 de março de 2011 Clausura | 21:56

Clausura, 8ª Fecha

Compartilhe: Twitter

Nesta oitava rodada, que se inicia amanhã, sugiro três partidas, que por coincidência, ou não, serão as transmitidas pelo canal Esporte Interativo. Porém, por este link há possibilidade de assistir todos.

Na abertura da rodada, Gimnasia y Esgrima e Independiente, ambas em situação de risco, lutam para conseguir pontos na tabela de Promédio. O Lobo encontra-se na zona de descenso direto, não terá o ídolo Guillermo Barros Schelotto, já o Rojo não terá o arqueiro titular, Hilário Navarro, por lesão em seu lugar Fabián Assmann, também voltará Carlos Matheu e Maxi Valázquez.

 Já no sábado, Vélez Sarsfield vai à Bahía Blanca enfrentar a “sensação” Olimpo. Os bahíenses almejam a liderança de e contarão com o retorno do artilheiro Ezequiel Maggiolo, enquanto o Fortín possui um bom plantel e quer perder os lideres de vista, apesar de alternar boas e más partidas.

No fechamento da rodada, domingo, Boca Juniors recebe o Estudiantes, na Bombonera, após uma semana tranquila. Após 19 rodadas, os Xeneizes repetirão uma escalação, já o Pincha, que é o atual líder, vai à campo motivado pela classificação a segunda fase da Copa Libertadores.

Sexta-feira (01)
19h10 Gimnasia y Esgrima x Independiente (Esporte Interativo)
21h15 Banfield x Argentinos Jrs.

Sábado (02)
14h All Boys x Lanús
16h10 Olimpo x Vélez Sarsfield (Esporte Interativo / Canchallena)
18h20 Newell’s Old Boys x Arsenal
20h20 Racing x Tigre (Canchallena)

Domingo (03)
14h Godoy Cruz x Huracán
16h Quilmes x River Plate
16h San Lorenzo x Colón
18h15 Boca Juniors x Estudiantes (Esporte Interativo)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 28 de março de 2011 Clausura | 14:57

Fecha 7: Resumo

Compartilhe: Twitter

Apesar de ofuscada pelo amistoso da Argentina, a sétima rodada do Clausura teve suas curiosidades: Caruso Lombardi, técnico do Quilmes, apresentou a renuncia no sábado e no domingo voltou atrás; o candidato ao título, Racing foi goleado; Caruso, atacante do River, quebrou uma sequência de 448 dias sem marcar; enquanto Palermo segue a sete partidas sem marcar; e a rodada teve média de 2,4 gols por partida.

Fraca técnica e taticamente, o placar de zero a zero foi o mais fiel retrato da partida. O Argentinos Juniors, apesar de está conseguindo bons resultados na Libertadores e alguns poucos no Clausura, não tem demonstrado um bom futebol, entretanto, pior é a situação do potencial rebaixado Quilmes, que conseguiu seu segundo ponto, em empates consecutivos. Vale observar que as duas equipes, contra as quais os Cerveceros arrancou pontos disputam o torneio continental. E após apresentar a renúncia no sábado, Caruso Lombardi, técnico do Quilmes, voltou atrás e seguirá no cargo. (Confira a tabela de descenso)

Battaglia comemora seu primeiro gol, na vitória do Globo sobre o GELP.

Poucos acreditavam que o Estudiantes sairia com um resultado que não fosse a vitória, contra o All Boys, e assim se confirmou. Porém ela foi construída com dois gols contra – Cambiasso (o irmão do Esteban) e Vella. Leandro González marcou o terceiro: 3 a 0. E esta já é a quarta derrota consecutiva do Albo, que se encontra na zona de descenso direto. Enquanto o Pincha é o líder.

Huracán e Gimnasia y Esgrima. Esta, na minha concepção, era a partida mais importante da rodada, por tudo o que representava para as duas equipes. Porém o Lobo não mostrou em campo o que se esperava de uma equipe num confronto direto contra o descenso e o Globo venceu com certa tranquilidade, não pelo placar de 2 a 0, mas pelo próprio ritmo da partida. Javier Cámpora se juntou ao hall de artilheiros do torneio, com cinco gols.

O surpreendente Olimpo foi surpreendido, em Bahía Blanca, pelo postulante ao título San Lorenzo, que agora soma três vitórias consecutivas. O placar de 1 a 0 representou bem o que foi uma partida, de muita combatividade e poucas chances claras de parte a parte. Com o resultado, o Ciclón cola nos lideres, e ainda tem um jogo a menos. Já os bahíenses vivem a arriscada dualidade de brigar pelo título e contra o rebaixamento, pois é o último antes da zona de descenso.

Caruso volta a marcar após 448 dias.

Um presente indigesto ao aniversariante Racing, que após terminar a primeira etapa vencendo, sofreu um goleada, por 4 a 1, do Lanús. Porém o resultado não foi o reflexo fiel do que foi a partida, embora a Academia não tenha mostrado um bom futebol. Agora, a equipe de Avellaneda soma duas derrotas seguidas. Vale observar que, o Granate é uma daquelas equipes que possui um bom plantel, mas não engrena, no entanto, apronta. Assim como fez nesta rodada.

Apesar de ter entrado em campo temeroso pelos maus resultados que vinha tendo em casa, River Plate e, principalmente, Leandro Caruso, que fez um doblete, se impôs diante do fraco Newell’s Old Boys e venceu por 2 a 1. A vitória dá uma alivio momentâneo aos Millionários na tabela de Promédio. Enquanto que os gols trazem um alívio especial a Caruso, que não marcava há 448 dias, ou seja, pouco mais de um ano. Já a Lepra não corre risco de rebaixamento, mas sim de ser um das piores equipes deste Clausura. 

Após estar vencendo por 2 a 0, Godoy Cruz – que jogou com a equipe mista – cedeu o empate ao Tigre, que marcou dois gols com Denis Stracqualursi. Com o resultado, a equipe de Victoria empatou com o River na tabela de Promédio. Enquanto que o Independiente empatou com o Banfield, em 1 a 1, numa partida bem equilibrada. 

Riquelme comemora o gol da vitória xeneize.

Já o Boca Juniors conseguiu uma importante vitória ante o Colón, em Santa Fé. A equipe xeneize modificou-se técnica e taticamente: 3-5-1-1, por vezes se tornou 5-3-1-1, mais por medo de perder do que por vontade de ganhar. E com gol de Riquelme, quebrou uma sequência de três partidas seguidas sem vitórias. Entretanto, Palermo chegou a segunda marca negativa: sete jogos sem marca, ou 682 minutos, em jogos oficiais. A pior marca é de 748 minutos.

No fechamento da rodada, Vélez Sarsfield derrotou o Arsenal, com propriedade e sem manteve perto dos lideres do torneio. O Fortín lembrou aquela equipe organizada do último Apertura e não deu chances ao Viaducto, que pouco produziu e mostrou-se presa fácil.

Resultados:  

(9º) Argentinos Jrs, 0 x 0 Quilmes (20º)
(1º) Estudiantes 3 x 0 All Boys (19º)
(11º) Huracán 2 x 0 Gimnasia y Esgrima (15º)
(3º) Olimpo 0 x 1 San Lorenzo (2º)
(10º) Lanús 4 x 1 Racing (5º)
(4º) River Plate 2 x 1 Newell’s Old Boys (18º)
(14º) Tigre 2 x 2 Godoy Cruz (8º)
(16º) Independiente 1 x 1 Banfield (6º)
(12º) Colón 0 x 1 Boca Juniors (17º)
(7º) Vélez Sarsfield 3 x 0 Arsenal (13º)

Veja os gols da rodada:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 25 de março de 2011 Clausura | 07:00

Clausura, 7ª Fecha

Compartilhe: Twitter

Com diversos horários alterados, a sétima rodada do Clausura se inicia hoje. Algumas mudanças foram em virtudes da transmissão, outros por questões de segurança e, principalmente, pelo amistoso da seleção argentina, ante Estados Unidos, que será realizado no sábado, às 20h.

Na minha concepção, o destaque da rodada é o embate entre os ameaçados Huracán e Gimnasia y Esgrima. O primeiro na zona de Promoción, enquanto o segundo encontra-se na zona de descenso direto. Além do técnico Ángel Cappa, atualmente no GELP, que reencontrar a equipe na qual passou o seu melhor momento como treinador.

Por sua vez, a sensação do Clausura, Olimpo, encara o San Lorenzo para ampliar vantagem na ponta da tabela. Mas se não tomar cuidado pode ver o rival tomar seu lugar na liderança, mas para que isso ocorra o Ciclón dependerá de outros resultados, além da sua vitória. Vale lembrar que por causa dos incidentes na última rodada a equipe possui um jogo a menos.

Em La Boca o clima está cada vez mais tenso. Seja na questão política ou na futebolística, no entanto, os xeneizes vão à Santa Fé para tentar acalmar os ânimos. Mas para isso terá de vencer o Colón e, principalmente, convencer.

Após dois resultados negativos no Monumental – uma derrota e um empate -, River Plate recebe o Newell’s Old Boys precisando vencer para ganhar pontos na tabela de Promédio. A equipe de Núñez é a última antes da zona de descenso. Enquanto a Lepra, em má fase, é o penúltimo da classificação.

Sexta-feira (25)
19h10 Argentinos Jrs. X Quilmes
21h15 Estudiantes x All Boys (Canchallena)

Sábado (26)
14 Huracán x Gimnasia y Esgrima
16h Olimpo x San Lorenzo
18h Lanús x Racing
18h River Plate x Newell’s Old Boys (Esporte Interativo)

Domingo (27)
14h Tigre x Godoy Cruz
16h Independiente x Banfield
18h15 Vélez Sarsfield x Arsenal
18h15 Colón x Boca Jrs. (Esporte Interativo)

Outra opção para assistir.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de março de 2011 AFA, Reflexão | 09:59

Um ato histórico e outro patético…

Compartilhe: Twitter

Imbróglio após o lance polêmico.

Um ato histórico ocorreu ontem no futebol argentino. O tribunal de disciplina da AFA anulou o segundo cartão amarelo, e consequentemente, o vermelho do jogador Martín Galmarini, do Tigre, por uma infração que, de fato, não existiu. E, com isso, levantou uma questão: seria uma nova tendência ou um ato isolado?

O lance ocorreu segunda-feira (21), na partida entre Gimnasia y Esgrima e Tigre. A partida estava empatada em 1 a 1, e, por volta dos 12 minutos do segundo, Galmarini disputou um lance com Agüero, que terminou em gol. Porém o árbitro Germán Delfino viu um suporto toque de mão do meia do Tigre e como ele já tinha cartão amarelo, foi expulso. E o gol anulado. (Veja o lance aqui)

Então o clube, junto aos Futebolistas Argentinos Agremiados (FAA), entrou com uma representação e uma comissão reviu o lance. E, por sua vez, o tribunal de disciplina tomou tal decisão. Justa, diria. Entretanto, na pratica pouco (ou nada) mudou, pois o primeiro cartão amarelo que Galmarini recebeu já foi o suficiente para somar o quinto no torneio, logo não poderá jogar na próxima rodada. O gol permaneceu anulado e a equipe de Victoria, perdeu por 2 a 1. Outra decisão, pode-se dizer, sensata foi a de suspender cinco assistentes por maus desempenho.

Enfim, o tempo responderá a dúvida que ficou. E se depender das frágeis atuações arbitrais não tardará. Mas confesso a descrença em qualquer mudança brusca que envolva a AFA. E uma coisa é certa, nada mais será igual no futebol argentino, ao menos na memória.

Grondona. (sem mais palavras)

Posteriormente… A entidade oficializou a alteração no formato classificatório para as Copas Libertadores da América e Sul-Americana, ambas de 2012. E o que já era complicado tornou-se complexo. Segue abaixo o que consegui entender…

A partir de 2012, classificará para Copa Libertadores da América, os campeões do Clausura e Apertura, ambos 2011, mais os dois primeiros da tabela geral de 2011, tirando os campeões. Além da melhor equipe classificada na atual edição da Libertadores. Assim completam as cinco vagas.

Enquanto que, para Copa Sul-Americana se classificarão os quatro melhores da tabela geral 2011, que não estejam classificados à Libertadores. As outras duas vagas serão preenchidas pela equipes que, porventura, forem eliminadas na repescagem da Libertadores ’12, caso não ocorra, será preenchida pelos quinto e sexto colocados na tabela geral. Ou seja, um prêmio de consolação.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 22 de março de 2011 Clausura | 01:20

Fecha 6: Resumo

Compartilhe: Twitter

Incidente dentro do estádio.

Luto. Assim pode-se definir a sexta rodada do Clausura, na qual haviam partidas cheias de expectativas e protagonismo, mas se reduziram a coadjuvantes, após os incidentes. Em Liniers, um morto, sete feridos e a partida entre Vélez Sarsfield e San Lorenzo foi suspensa. Na Bombonera, dois jogadores xeneizes saíram de campo direto para o hospital com suspeita de graves lesões. Contudo, a rodada teve média de 2,2 gols por partida.

O inferno do Independiente parece não ter fim. Quando tudo indicava que era o momento de deslanchar, o Rojo empata com o lanterna Quilmes em 1 a 1. Com o resultado os Cerveceros conquistaram seu primeiro ponto no torneio.

Normalmente o Godoy Cruz não joga bem, mas vence. Desta vez, venceu jogando bem, ou melhor, foi regular diante de um Lanús inexpressivo, e alcançou a primeir vitória em casa no torneio: 2 a 0.

O All Boys que fez a melhor campanha entre os ascendidos no Apertura, tem deixado a desejar no Clausura. Nesta rodada, caiu ante Colón por 2 a 0, em Floresta, e já acumula 354 minutos sem marcar. A derrota do Albo o deixou na zona de Promoción.

No retorno de Carrizo ao gol Millionário, River Plate jogou melhor mais não passou do empate em 1 a 1, em Sarandí, ante Arsenal. E pior, perdeu o atacante Mariano Pavone por algumas partidas. O clube de Núñez agora é o último da tabela de Promédio, antes da zona de descenso (Ver tabela).

Newell’s Old Boys tem apresentado um mau futebol neste torneio e nem mesmo a defesa que era um dos pontos forte do Apertura tem salvado a equipe. Após a derrota para o surpreendente Argentinos Juniors, a equipe Leprosa encontra-se em penultimo na classificação. Depois dos 2 a 0, a torcida do NOB se revoltou e foi cobrar aos jogadores mais empenho no vestuário. Mas neste caso, não passou do susto.

Vélez Sarsfield e San Lorenzo era uma das partidas mais aguardadas da rodada, não só pela tensão, mas pelo futebol. Infelizmente, a tensão venceu. Após dez minutos de espera e apenas sete minutos de bola rolando a partida foi suspensa. Momentos antes do jogo, policiais e torcedores do Ciclón entraram em confronto e um torcedor morreu. Dentro do Estádio José Amalfitani, torcedores visitante arrancaram o alambrado e árbitro decidiu encerrar.

Pode-se dizer que, Racing e Estudiantes foi um confronto precoce entre duas equipes postulantes ao título, e que pouco produziram. Quando parecia está fadada ao zero a zero, eis que surgi o uruguaio Hernán Rodrigo López e marca um belo gol para alegria Pincharrata que igualou a Academia em segundo lugar na tabela.

Erviti foi um dos jogadores que sairam direto para o hospital.

O Boca Juniors foi à campo com as esperanças renovadas, afinal, Riquelme estava em campo. Mas o que se viu foi uma equipe apática e muito dependente do meia, que criou as melhores oportunidades. Enquanto o Olimpo desde o início foi melhor, teve um gol mal anulado no início, mas não lhe fez falta, pois em plena la Bombonera, venceu por 2 a 0, e saiu da zona de descenso, ao mesmo tempo que tornou-se líder do Clausura. A nota triste foi os dois jogadores xeneize – Rivero e Erviti – que saíram direto para o hospital. Rivero com fratura no maxilar, Erviti com traumatismo craniano leve, se é que pode-se dizer isso.

Com dois gols de Juan Neira – que agora é um dos artilheiros do torneio -, Gimnasia y Esgrima de La Plata vence de virada o Tigre, por 2 a 1, e ganha sobrevida na luta contra o descenso. Dois lances polêmicos poderiam ter mudado o panorama do jogo: um pênalti não marcado em Stracqualursi e anulou um gol de Galmarini, que foi anulado e o jogador ainda foi expulso. Na próxima rodada o Lobo encara o Huracán, na luta contra o descenso.

No fechamento da rodada, Huracán empata com Banfield, em 2 a 2 aos 40 minutos do segundo tempo, após está perdendo por 2 a 0. Com o resultado, o Taladro deixou escapar a liderança compartilhada com Olimpo, enquanto o Globo, que possui uma equipe fraca, conquista outro resultado positivo, porém ainda pouco diante de sua necessidade de sair da zona de Promoción.

Resultados:

(20º) Quilmes 1 x 1 Independiente (16º)
(6º) Godoy Cruz 2 x 0 Lanús (14º)
(17º) All Boys 0 x 2 Colón (8º)
(10º) Arsenal 1 x 1 River Plate (9º)
(19º) Newell’s Old Boys 0 x 2 Argentinos Jrs (7º) 
(11º) Vélez Sarsfield x San Lorenzo (5º)  – Suspenso
(2º) Racing 0 x 1 Estudiantes (3º)
(18º) Boca Juniors 0 x 2 Olimpo (1º) 
(12º) Gimnasia y Esgrima 2 x 1 Tigre (15º)
(4º) Banfield 2 x 2 Huracán (13º)

Veja os gols da rodada:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 19 de março de 2011 Clausura | 08:00

Clausura, 6ª Fecha

Compartilhe: Twitter

Nesta sexta rodada do Clausura, o confronto direto pela liderança é o ponto alto, porém não faltaram confronto entre equipes que lutam contra a crise, ou descenso. O canal Esporte Interativo transmitirá alguns jogos (veja abaixo), mas vocês podem acompanhar também por aqui.

A rodada inicia com Independiente, à beira do abismo, encarando o Quilmes, já no fundo do mesmo. O Rojo vai à campo com a mesma equipe que quebrou a racha de 13 jogos sem vencer, na última rodada, enquanto os Cerveceros terão duas alterações e muita esperança de conseguir a primeira vitória na competição.

Racing e Estudiantes se enfrentam pela liderança. A Academia parece reviver “os velhos bons” momentos, enquanto que, o Pincha ainda não engrenou, oscila nas duas competições, mas ainda assim é forte. A partida mais interessante da rodada, diga-se.

Com uma modificação pontual – o arqueiro Carrizo no lugar de Chichizola -, River Plate encara o Arsenal, visando ganhar pontos na tabela de Promédio e quebrar um histórico de quase cinco anos sem vencer o Viaducto, em Sarandí.

San Lorenzo seguirá com o 3-4-3, com o retorno do atacante Velázquez, já no Vélez Sarsfield Juan Manuel Martínez deverá seguir fora, porém Cubero retorna a lateral direita. O Ciclón luta pela liderança, enquanto, o Fortín quer embalar e encostar nos lideres. Duas equipes grandes e a expectativa de um grande jogo.

Com Riquelme em campo, Boca Juniors em mais um tentativa de sair da crise, enfrenta um Olimpo, que mostra-se, cada vez mais, seguro e disposto a sair da zona de rebaixamento.

O fechamento da rodada, duas equipes que vem de bons resultados, mas encontram-se em situações díspares. Banfield briga pela ponta de cima da tabela, enquanto, Huracán faz o mesmo contra a ponta de baixo.

Sábado (19)
14h Quilmes x Independiente (Esporte Interativo)
16h10 Godoy Cruz x Lanús
18h20 All Boys x Colón
19h10 Arsenal x River Plate (Esporte Interativo)

Domingo (20)
14h Newell’s Old Boys x Argentinos Jrs. (Esporte Interativo)
16h Vélez Sarsfield x San Lorenzo
18h10 Racing x Estudiantes
20h15 Boca Juniors x Olimpo (Esporte Interativo)

Segunda-feira (21)
19h10 Gimnasia y Esgrima x Tigre
21h15 Banfield x Huracán

Que popularidade, hein!? Em pesquisa realizada pela consultoria Ibarómetro e divulgada, nesta semana, no diário El Cronista Comercial, 80% dos 40 mil consultados consideram bastante mal ou muito mal o desempenho de Julio Grondona a frente da AFA, enquanto que 90,8% gostaria que o dirigente abandonasse o cargo. (Quem acredita nisso?) Apenas 4,2% dos entrevistados, qualificou como positiva a gestão do presidente, preferindo sua permanência. Quando a questão foi preferência no comando técnico da Seleção, os entrevistados prefiriam na ordem: Carlos Bianchi, com 29,5%; Marcelo Bielsa, com 19,1%; Sergio Batista e Alejandro Sabella, com 9,7%, ambos.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de março de 2011 Clausura | 00:10

Fecha 5: Resumo

Compartilhe: Twitter

Mais uma rodada do Clausura chegou ao fim. E novamente, Boca Juniors perdeu, Chichizola falhou, Quilmes não venceu e a média de gols ficou em 2,1 por partida. Ou seja, nada de anormal. Os vizinhos de Avellaneda proporcionaram as goleadas da rodada, ambos venceram pelo mesmo placar e têm motivos distintos para comemorarem.

Indep'te 4 x 0 NOB. O inesperado resultado da rodada.

Na abertura da rodada, Olimpo derrotou o All Boys, com gol solitário e importantíssimo de Maggiolo, que tornou-se um dos artilheiros do Clausura, com cinco gols. A vitória tirou os bahienses da zona de descenso direto e o colocou na de Promoción. Enquanto que o Albo encontra-se em situação um pouco mais confortável, porém não livre do rebaixamento.

Após vencer o clássico do Sul, Banfield chegou empolgado para o confronto ante Tigre, em Victoria. O Matador jogou melhor durante quase toda a partida, mas no último minuto o Taladro conseguiu vencer, por 2 a 1. E, agora, é vice líder do torneio, junto a Olimpo e San Lorenzo.

Já é de praxe: uma partida a cada rodada fica no zero. A desta foi Lanús e Gimnasia y Esgrima. O resultado deixou o Lobo platense na zona de descenso direto, pois o Olimpo havia vencido seu jogo na abertura da rodada.

Boca vai de mal a pior...

O Boca Juniors tem sido uma equipe inexpressiva. Entretanto, do outro lado, San Lorenzo não foi muito superior, apesar de mostrar-se em nível um pouco superior. Dentre diversos chutes sem sentidos, Aureliano Torres acertou um belo pontapé a 35 metros de distância e o Ciclón venceu por 1 a 0. Um lance poderia mudar o panorama do jogo: o arqueiro Migliore agarrou, na área, Palermo, mas o árbitro Pablo Lunatti nada marcou. Enfim, não tardou para o vicepresidente boquense, Juan Carlos Crespi, afirmar que o técnico da equipe não está ameaçado nem condicionado a próxima rodada, ante Olimpo.

Focando a Copa Libertadores da América, Argentinos Juniors vinha de quatro empates, em quatro partidas, no Clausura. Contudo, Salcedo proporcionou um resultado diferente, ante Arsenal de Sarandí. 1 a 0.

Estudiantes já não é o mesmo das últimas temporadas. E a dupla jornada – Clausura e Libertadores -, aliado ao plantel reduzido tem exposto as limitações da equipe platense. Na partida deste domingo, ante Godoy Cruz, contou com o retorno de Verón, mas Braña, La Gata Fernández e Enzo Pérez estiveram no banco. E mesmo  Pérez  entrando na segunda etapa, pouco pôde fazer para evitar a derrota para o Tomba, por 1 a 0.

Racing iniciou o Clausura com o status de favorito, mas a contusão de Gio Moreno colocou um interrogação no time, que o conterrâneo Teófilo Gutiérrez tratou de resolver. Na vitória ante Colón, por 4 a 0, Gutiérrez marcou dois, se tornou um dos artilheiros do torneio e ajudou a Academia a romper uma escrita de seis anos sem vencer os Sabaleros em Santa Fé e de quebra conquistar a liderança.

Silva comemorando o doblete ante River.

Até este domingo, River Plate estava invicto e ainda não havia sido vazado. Somava 394 minutos sem sofrer gol. Porém, o goleiro Chichizola tratou de resolver isso e numa falha bizonha deu oportunidade a Santiago Silva marcar o primeiro dos dois gols, na vitória do Vélez Sarsfield, por 2 a 1, em pleno Monumental de Núñez. Com a derrota, os Millionários voltam a se preocupar com a zona de Promoción.

Na estréia do técnico Ricardo Caruso Lombardi, Quilmes promove a primeira vitória do Huracán no Clausura. Enquanto que os Cerveceros ainda não venceram. O 2 a 1, não modificou nada na tabela de descenso (confira a tabela no post abaixo ou clique aqui), mas deu um ânimo ao Globo.

No fechamento da rodada, Independiente recebeu o Newell’s Old Boys, no estádio Libertadores de América, para não igualar o recorde negativo e, quiçá manter o técnico Antonio Mohamed no cargo. E em 24 minutos, já vencia a partida por 3 a 0, com direito a doblete de Cabrera e gol de Silvera. No segundo tempo, Castillo fechou a conta e ajudou a salvar o pescoço do Turco.

Resultados:

(3ª) Olimpo 1 x 0 All Boys (17ª)  
(12ª) Tigre 1 x 2 Banfield (4ª)  
(10ª) Lanús 0 x 0 Gimnasia y Esgrima (15ª)
(2ª) San Lorenzo 1 x 0 Boca Juniors (18ª)
(11ª) Argentinos Jrs 1 x 0 Arsenal (8ª)  
(5ª) Estudiantes 0 x 1 Godoy Cruz (9ª)
(13ª) Colón 0 x 4 Racing (1ª)
(6ª) River Plate 1 x 2 Vélez Sarsfield (7ª)
(14ª) Huracán 2 x 1 Quilmes (20ª)
(19ª) Independiente 4 x 0 Newell’s Old Boys (16ª) 

Veja os gols da rodada:

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 11 de março de 2011 Clausura | 17:49

Clausura, 5ª Fecha

Compartilhe: Twitter

Inicia hoje a quinta rodada do Clausura. Nesta rodada teremos alguns confrontos importantes para ambas tabelas – classificação e descenso -, além de embates entre grandes. Também poderá haver a queda de mais um técnico.

Abrindo a rodada, logo menos, Olimpo e All Boys jogam pensando nas duas tabelas – classificação e descenso. O Albo não contará com a ex-dupla Millionária Ogro Fabbiani e Ariel Ortega.

Amanhã, dois grandes do futebol local se enfrentam no jogo do dia: San Lorenzo e Boca Juniors. O Ciclón está em boa fase e conta com Ortigoza e Menseguez para mantê-la, enquanto que, o mundo Boca segue em chamas. Falcioni repetirá o meio campo que jogou no verão. (De novo essa história?)

No domingo, Estudiantes e Godoy Cruz faz o jogo das equipes que disputam a Libertadores, ambos venceram seus confrontos na rodada continental, porém não apresentam grande futebol. O Pincha, que terá o retorno de Verón, segue líder, ao lado do Racing, que encara o Colón, em busca de embalar na competição. Em paralelo, River Plate recebe Vélez Sarsfield, que tem deixado a desejar tanto no Clausura quanto na Libertadores.   

Na fechamento da rodada, leia-se, segunda-feira, um confronto de equipes desesperadas. Huracán, na zona de Promoción, encara Quilmes, na zona de descenso direto. Na sequência, o preocupado Indep’te mede forças contra o NOB. Será que, desta vez, Antonio Mohamed, cai? Aposto que sim. Mas, aguardemos…

Sexta-feira (11)
21h15 Olimpo x All Boys
21h15 Tigre x Banfield

Sábado (12)
17h Lanús x Gimnasia y Esgrima de La Plata
19h10 San Lorenzo x Boca Juniors (Esporte Interativo)
19h10 Argentinos Jrs. X Arsenal

Domingo (13)
17h Estudiantes x Godoy Cruz
19h10 Colón x Racing
19h10 River Plate x Vélez Sarsfield (Esporte Interativo)

Segunda-feira (14)
19h10 Huracán x Quilmes
21h15 Independiente x Newell’s Old Boys

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. Última