Publicidade

Posts com a Tag Carlos Tévez

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 Clausura | 00:22

A derrocada, e a fecha 3

Compartilhe: Twitter

Só para ilustrar

O garoto problema Teófilo Gutiérrez volta a atacar. Convenhamos que, em alguns momentos, a fama que ele construiu com muito afinco pesa mais do que as atitudes, contudo, ele tem se especializado em chamar mais atenção pelo extracampo do que pelo futebol. Após mais uma vez ser expulso, desta vez, na derrota de 2 a 1 para o Banfield, o diário Canchallena listou as últimas investidas polêmicas, por assim dizer, do colombiano.

Se já não bastasse falar demais e rachar o elenco, ele já… Brigou com companheiro de clube, agrediu um árbitro, fez gestos para torcida adversária, dentre outras coisas, estão no rol de atitudes insólitas do atacante nos últimos tempos. Patético.

Violência no San Lorenzo se tornou praxis. O clube está na bancarrota, a caminho da B Nacional, jogadores pedindo para serem negociados e, como se não bastasse, ainda vive a triste situação de ter de conviver regularmente com seu nome ligado as páginas policiais.

Quando os agredidos não são os profissionais, são os juvenis. Pior: quando os agressores não são os torcedores (?) são companheiros (?) de clube. Em duas semanas, dois casos de agressão na oitava do Ciclón. A crise aumenta e os nervos ficam a flor da pele. A derrocada segue a pleno pulmões.

De protagonista a coadjuvante. Carlitos Tévez retorna à Manchester, faz as pazes com Mancini, volta a treinar e até a jogar. Para ninguém ver, diga-se. Ele jogará na equipe reservar dos Citizens contra o Preston, num amistoso com portões fechados, em Carrington. Aos que acreditam que este é o final da novela e logo ele voltará a equipe principal, tenham calma. Este é Carlitos, lembram? Voltar à principal é questão de tempo, terminar a novela jamais… Aguardem os próximos capítulos.

O que essas três histórias têm em comum, apesar de não serem ligadas por um raciocínio lógico? Simples e complexo. A derrocada. Gutiérrez sonha em ser grande, mas se tornou refém das polêmicas; San Lorenzo é tido como um dos cinco grandes do país (alguém acredito nisso, mesmo?) e vive uma crise sem tamanho, aliás, seu lugarzinho na Segundona já está sendo organizado. E Tévez, por sua vez, mudou de imagem: de raçudo para chinelo. Ou seja, tristes fins, apesar de ainda ser o meio.

Resultados da fecha 3.

(13º) Belgrano 1 x 0 Unión (17º)
(8º) Atlético Rafaela 0 x 1 All Boys (4º)
(9º) Colón 3 x 1 Olimpo (14º)
(7º) Estudiantes 2 x 0 Independiente (20º)
(19º) Argentinos Junior 0 x 1 San Lorenzo (12º)
(18º) Racing 1 x 2 Banfield (15º)
(10º) Godoy Cruz 0 x 2 Tigre (2º)
(1º) Vélez Sarsfield 3 x 2 Arsenal (16º)
(3º) Boca Juniors 2 x 0 Newell’s Old Boys (11º)
(5º) Lanús 1 x 3 San Martín San Juan (6º)

Depois eu passo por aqui para postar os gols da rodada. Aguardem!

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012 No Exterior, Reflexão | 00:22

O plano de Tévez

Compartilhe: Twitter

Deturpando o dito popular: “Deus escreve certo por linhas tortas”, pode-se que Carlos Tévez está escrevendo sua história torta por linhas certas. Isto porque, em 2009, ele já havia declarado o desprazer que estava sendo jogar futebol e colocou em pauta a aposentadoria.  Ainda não se aposentou de fato, mas a carreira há tempos deixou de ser prioridade para ele.

Leia também: Carlitos, o ator principal de uma patética novela

À época, Carlitos tinha 25 anos e para alguns soou imatura a declaração. Hoje, às vésperas de completar 28 ele segue com seu plano, diga-se, patético. Não pelo objetivo (para não dizer fim), mas pelos meios. Contudo, este plano parece ter sido traçado desde que chegou ao Corinthians, tornar-se ídolo e sair pelos fundos. E assim seguiu, do West Ham ao Manchester United, dos Diabos Vermelhos ao Manchester City, e quiçá assim por diante. Convenhamos que professores não lhe faltaram.

Há quatro meses sem jogar desde que negou-se a entrar em campo pelos Citizens, ele curte seu trimestre sabático na Argentina. E que provavelmente seguirá até junho. Enquanto isso, seu nome foi ventilado pelo Milan, Inter, Paris Saint German, Corinthians e Boca Juniors. Contudo, seu procurador, Kia Joorabchian, não obteve êxito. Para completar, o diário espanhol Sport divulgou que, desde a contusão de David Villa, ele havia sido oferecido ao Barcelona por diversas vezes e descartado.

Nesta terça-feira (31), a janela de transferência européia fechou e Tévez seguiu sem um novo destino. Talvez isto faça parte do seu plano de aposentadoria gradativa (ou repentina) e com bônus, ou ônus, de perder dinheiro e prestigio. Mas não se pode negar que ele de fato tem escrito corretamente e com afinco a torta história que se propôs, embora poucos (ou ninguém) queiram vê-la. Meus pêsames.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011 No Exterior | 15:07

Carlitos, o ator principal de uma patética novela

Compartilhe: Twitter

Carlos Tévez e Milan entraram em acordo. Ao menos, é o que afirma o diário esportivo italiano Gazzetta dello Sport, que frisou ainda que o Manchester City, todavia, não deu qualquer resposta sobre o assunto. Aguardar faz-se necessário, mas creio que o acerto é questão de tempo, afinal, o argentino já não é bem quisto em Manchester, nem do lado vermelho, tampouco do azul.

O diário divulgou que o acordo é de 2,5 milhões de euros ao ano e o clube rossonero tem a opção de compra no valor de 23 milhões de euros. Ou seja, para acertar com o clube italiano Carlitos “renunciou a uma montanha de dinheiro”, como afirmou Adriano Galliano, vice-presidente do Milan, visto que o atleta recebia oito milhões de euros no City.

“Só me vejo com as cores rubro-negra. Quero ir ao Milan. Espero estar logo com vocês”, declarou Carlitos. Muito lindo, beira o romantismo, diga-se. E se chorasse, então… Mas este será só mais um capítulo de uma novela que ganhou ares de decadência.

O Apache parece ter aprendido com o tempo e com alguns brasileiros como não se deve fazer. Dinheiro, fama, mídia, tudo isso ele têm. Contudo, respeito e humildade estão sendo jogados por terra, vide os rumos que tomou desde que deixou La Boca.

Transferiu-se para o Corinthians, conquistou títulos e o coração dos torcedores, e, junto ao MSI e Kia Joorabchian, saiu pelas portas dos fundos. Caiu no modesto West Ham, levantou a moral da equipe, conseguiu um vice na FA Cup, e logo despediu-se. Aparecendo no Manchester United. Nos diablos, ganhou títulos e a torcida, não gostou de ser mais um em meio a um elenco de craques e saiu brigado com o técnico e alguns dirigentes. Foi parar no vizinho, City. Ganhou um título e, novamente, a torcida, mas não deixou de sair pelos fundos, como tem sido de costume.

Recusou-se a entrar em campo numa partida pela Liga dos Campeões, contra o Bayern Munique, na Alemanha, na qual sua equipe estava perdendo. A partir daí desencadeou uma série de problemas, como viagens sem autorização e faltas a treinamentos, até que o City o liberou para negociar com o Milan. O final, quanto aos italianos, ainda estar por vir.

E qualquer semelhança com alguns craques brasileiros não é mera coincidência.

Talvez por vir de um lugar simples, beirando a miséria, Carlitos mostra uma gana de vencer peculiar. Esforço, raça, técnico e paixão são alguns dos temperos dele, no entanto, com uma pitadinha de falta de profissionalismo está estragando tudo. Ou, ao melhor estilo novelesco, está indo de mocinho a vilão.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 5 de julho de 2011 Copa América, Seleção | 23:30

Argentina x Colômbia: E ai, vai estrear?

Compartilhe: Twitter

Lembram do cabeludo ai?

Após um empate apático na estréia da Copa América, Argentina enfrenta a Colômbia, líder do grupo A, para se reabilitar, nesta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Brigadier General Estanislao López, mais conhecido como Cemitério dos Elefantes, em Santa Fé. Com transmissão ao vivo dos canais SporTv, SportHD, Espn e EspnHD.

No histórico geral de confrontos, as Seleções já se enfrentaram 30 vezes, com 17 vitórias da Albiceleste, cinco empates e oito derrotas. Com 61 gols marcados e 33 sofridos. Todavia, pela Copa América foram apenas 11 partidas, no entanto, a Celeste y Blanca manter a vantagem, com oito vitórias – uma delas nos pênaltis -, um empate e duas derrotas. Tendo marcado 37 gols e sofrido 14.

Uma curiosidade que muitos lembram e outros preferem esquecer: foi numa partida contra Colômbia, pela Copa América 1999, que Martín Palermo perdeu três pênaltis. E dos jogadores argentos que atuaram na última partida, apenas Mascherano, Messi e Tévez estão entre os titulares, no entanto, Agüero, Zanetti e Burdisso também atuaram. Carrizo e Maxi Rodriguez no banco.

Enfim, para a partida de amanhã, o selecionador Sergio Batista vou promover apenas uma modificação, em relação a equipe que empatou com a Bolívia, Zabaleta entra no lugar de Rojo. Entretanto, jogará na lateral direita, enquanto, Zanetti atuará pela esquerda. Então, a Albiceleste vai a campo com a seguinte escalação: Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Nicolás Burdisso, Gabriel Milito e Javier Zanetti; Éver Banega, Javier Mascherano e Esteban Cambiasso; Ezequiel Lavezzi, Lionel Messi e Carlos Tévez.

 Confira o histórico:

 07.02.1945 Copa América Argentina 9 x 1 Colômbia
18.12.1947 Copa América Argentina 6 x 0 Colômbia
13.03.1957 Copa América Argentina 8 x 2 Colômbia
10.03.1963 Copa América Argentina 4 x 2 Colômbia
18.08.1968 Amistoso Colômbia 0 x 1 Argentina
22.06.1972 Taça Independência Argentina 4 x 1 Colômbia
23.08.1984 Amistoso Colômbia 1 x 0 Argentina
02.06.1985 Eliminatória Copa do Mundo 1986 Colômbia 1 x 3 Argentina
16.06.1985 Eliminatória Copa do Mundo 1986 Argentina 1 x 0 Colômbia
11.07.1987 Copa América Colômbia 2 x 1 Argentina
08.03.1989 Amistoso Colômbia 1 x 0 Argentina
21.07.1991 Copa América Argentina 1 x 1 Colômbia
23.06.1993 Copa América Argentina 1 x 1 Colômbia
01.07.1993 Copa América Argentina 0 x 0 Colômbia (6 x 5)
17.08.1993 Eliminatória Copa do Mundo 1994 Colômbia 2 x 1 Argentina
05.09.1993 Eliminatória Copa do Mundo 1994 Argentina 0 x 5 Colômbia
10.10.1995 Amistoso Argentina 0 x 0 Colômbia
12.02.1997 Eliminatória Copa do Mundo 1998 Colômbia 0 x 1 Argentina
16.11.1997 Eliminatória Copa do Mundo 1998 Argentina 1 x 1 Colômbia
04.07.1999 Copa América Argentina 0 x 3 Colômbia
12.10.1999 Amistoso Argentina 2 x 1 Colômbia
29.06.2000 Eliminatória Copa do Mundo 2002 Colômbia 1 x 3 Argentina
03.06.2001 Eliminatória Copa do Mundo 2002 Argentina 3 x 0 Colômbia
18.11.2003 Eliminatória Copa do Mundo 2006 Colômbia 1 x 1 Argentina
26.06.2004 Amistoso Argentina 0 x 2 Colômbia 
20.07.2004 Copa América Argentina 3 x 0 Colômbia
30.03.2005 Eliminatória Copa do Mundo 2006 Argentina 1 x 0 Colômbia
02.07.2007 Copa América Argentina 4 x 2 Colômbia
20.11.2007 Eliminatória Copa do Mundo 2010 Colômbia 2 x 1 Argentina
06.06.2009 Eliminatória Copa do Mundo 2010 Argentina 1 x 0 Colômbia

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 1 de julho de 2011 Copa América, Seleção | 08:00

Argentina x Bolívia: La venganza (?)

Compartilhe: Twitter

Argentina e Bolívia na Copa América de 1979. (Reprodução/AFA)

Com uma revanche latente – apesar da grande vantagem em confrontos -, Argentina encara a Bolívia logo mais, às 21h45 (Horário de Brasília), no Estádio Ciudad de La Plata, também conhecido como Estádio Único. Esta será a primeira partida da Copa América 2011. Espn Brasil, EspnHD, SporTv e SporTvHD transmitirão ao vivo. 

Ao todo, as duas Seleções já se enfrentaram 30 vezes, com ampla vantagem argenta: 22 vitórias, dois empates e apenas seis derrotas. Marcando 80 gols e sofrendo 29. Quando trata-se, especificamente, da Copa América a vantagem permanece grande, em 13 partidas, foram dez vitórias da Argentina, um empate e duas derrotas, com 60 gols convertidos e sete sofridos. 

Entretanto, apesar de o histórico jogar a favor dos hermanos a última partida entre ambas Seleções, ainda pela Eliminatória Copa do Mundo 2010, não sai da cabeça de ninguém: o expressivo 6 a 1, para Bolívia, na altitude de La Paz. Ironicamente, poucos dias após Diego Maradona, na época selecionador nacional, ter feito propaganda pró jogos na altitude e polemizado sobre os possíveis efeitos de tais condições.

Daquela equipe: Juan Pablo Carrizo, Maxi Rodríguez, Fernando Gago e Angel Di María iniciarão a partida no banco de suplentes, no entanto, Javier Zanetti, Javier Mascherano, Lionel Messi e Carlos Tevez estarão em campo como titulares. Como o técnico e os tempos são outros, Sergio Batista, atual selecionador, organizou a equipe no habitual 4-3-3, com: Sergio Romero; Javier Zanetti, Nicolás Burdisso, Gabriel Milito e Marcos Rojo; Éver Banega, Javier Mascherano e Esteban Cambiasso; Ezequiel Lavezzi, Lionel Messi e Carlos Tévez.

Confira os confrontos (em negrito os da Copa América):

16.10.1926 Copa América Argentina 5 x 0 Bolívia
30.10.1927 Copa América Argentina 7 x 1 Bolívia
18.01.1945 Copa América Argentina 4 x 0 Bolívia
19.01.1946 Copa América Argentina 7 x 1 Bolívia
04.12.1947 Copa América Argentina 7 x 0 Bolívia

06.10.1957 Eliminatórias Copa do Mundo 1958 Bolívia 2 x 0 Argentina
27.10.1957 Eliminatórias Copa do Mundo 1958 Argentina 4 x 0 Bolívia
11.03.1959 Copa América Argentina 2 x 0 Bolívia
28.03.1963 Copa América Bolívia 3 x 2 Argentina
17.08.1965 Eliminatória Copa do Mundo 1966 Argentina 4 x 1 Bolívia
29.08.1965 Eliminatória Copa do Mundo 1966 Bolívia 1 x 2 Argentina
22.01.1967 Copa América Argentina 1 x 0 Bolívia
27.07.1969 Eliminatória Copa do Mundo 1970 Bolívia 3 x 1 Argentina
24.08.1969 Eliminatória Copa do Mundo 1970 Argentina 1 x 0 Bolívia
09.09.1973 Eliminatória Copa do Mundo 1974 Argentina 4 x 0 Bolívia
23.09.1973 Eliminatória Copa do Mundo 1974 Bolívia 0 x 1 Argentina
26.06.1975 Amistoso Bolívia 1 x 2 Argentina
18.07.1979 Copa América Bolívia 2 x 1 Argentina
08.08.1979 Copa América Argentina 3 x 0 Bolívia
10.07.1989 Copa América Argentina 0 x 0 Bolívia
17.06.1993 Copa América Argentina 1 x 0 Bolívia
08.07.1995 Copa América Argentina 2 x 1 Bolívia
24.04.1996 Eliminatória Copa do Mundo 1998 Argentina 3 x 1 Bolívia
02.04.1997 Eliminatória Copa do Mundo 1998 Bolívia 2 x 1 Argentina
04.06.2000 Eliminatória Copa do Mundo 2002 Argentina 1 x 0 Bolívia
25.04.2001 Eliminatória Copa do Mundo 2002 Bolívia 3 x 3 Argentina
14.11.2006 Eliminatória Copa do Mundo 2006 Argentina 3 x 0 Bolívia
26.03.2006 Eliminatória Copa do Mundo 2006 Bolívia 1 x 2 Argentina
17.11.2007 Eliminatória Copa do Mundo 2010 Argentina 3 x 0 Bolívia
01.04.2010 Eliminatória Copa do Mundo 2010 Bolívia 6 x 1 Argentina

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 9 de junho de 2011 Curiosidade, Imagem | 10:00

Carlitos, el cantante

Compartilhe: Twitter

Conhecido por sua entrega em campo, Carlos Tévez também tem se tornado adepto dos palcos. Não raro, ele é flagrado com o microfone em mãos, em meio a shows de cumbia, seu ritmo musical favorito. Na noite de ontem, Carlitos se apresentou com a banda do irmão, Diego, chamada Piola Vago, no boliche Groove, no bairro de Palermo. Com direito a dedicatória a sua noiva, Vanessa, e várias canções autorais e covers. Confira um pouco da participação do Apache e opine:


Tevez se presentó junto a la banda Piola Vago por elcuervo2010

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 31 de maio de 2011 Copa América, Seleção | 20:20

A lista preliminar e algumas observações

Compartilhe: Twitter

(Sem legenda)

O, até então, renegado Carlos Tévez era a incógnita que temperava a lista (preliminar) para Copa América 2011, que será disputada no país, entre os dias 1º a 24 de julho. E com o já habitual atraso, Sergio Batista, selecionador da Argentina, divulgou-a com 26 convocados, entre eles, o nome do Apache. Entretanto, destes nomes, quatro serão cortados até 27 de junho, data limite para inscrição.

Para surpresa, deste que vos escreve, o nome do lateral-direito do Racing Iván Pillud e do defensor do Porto Nicolás Otamendi não constam na lista. Visto que ambos foram bem quando solicitados. Já as presenças de Fabián Monzón, lateral-esquerdo/volante do Boca Juniors, Diego Valeri, meia do Lanús, Enzo Pérez, meia do Estudiantes, e o arqueiro do River Plate Juan Pablo Carrizo – apesar da atual má fase -, foram pontos, ao meu ver, positivos. Renovação e espaço a jogadores do futebol local. Destes três, o que possui mais chances de conseguir uma vaga de titular é Monzón, caso esteja na lista definitiva, pois a vaga na lateral-esquerda ainda está aberta e Rojo, que é o outro candidato volta de contusão. Acredito que Pérez e Valeri disputam uma vaga nesta lista definitiva. O outro poderá ser Biglia, caso não esteja totalmente recuperado de lesão. Um fato histórico que merece destaque: a volta de laterais de ofício.

Já as presenças dos atacantes Sergio Agüero, do Atlético de Madrid, e Carlitos Tévez, do Manchester City, na minha concepção, não passa de “politicagem” do selecionador. Concordo com a presença de ambos, mas Checho Batista fazia questão de reiterar sempre, que questionado, que não contava com eles para o torneio e, após pressão popular, interna e midiática, cedeu. Sobretudo, em relação a Carlitos. Já o goleiro Mariano Andújar foi chamado para vaga de Oscar Ustari, após nova lesão hoje pela manhã. Andújar e Carrizo disputam a vaga de reserva imediato de Romero.

No mais, nada diferente do habitual. Destes nomes que serão cortados, provavelmente, serão de um defensor, dois meias e um atacante – este poderá ser Diego Milito, caso não demonstre está 100% recuperado da lesão. Os trabalhos serão iniciados a partir de 8 de junho, em Ezeiza.

Confira a lista preliminar:

Goleiros – Sergio Romero (AZ Alkmaar-HOL), Mariano Andújar (Catania-ITA) e Juan Pablo Carrizo (River Plate-ARG).

Defensores – Javier Zanetti (Internazionale-ITA), Gabriel Milito (Barcelona-ESP), Pablo Zabaleta (Manchester City-ING), Nicolás Burdisso (Roma-ITA), Fabián Monzón (Boca Juniors-ARG), Nicolás Pareja (Spartak de Moscou-RUS), Marcos Rojo (Spartak de Moscou-RUS) e Ezequiel Garay (Benfica-POR).

Meiocampistas – Esteban Cambiasso (Internazionale-ITA), Javier Mascherano (Barcelona-ESP), Enzo Pérez (Estudiantes-ARG), Diego Valeri (Lanús-ARG), Éver Banega (Valencia-ESP), Fernando Gago (Real Madrid-ESP), Lucas Biglia (Anderlecht-BEL) e Javier Pastore (Palermo-ITA).

Atacantes – Lionel Messi (Barcelona-ESP), Ezequiel Lavezzi (Napoli-ITA), Carlos Tévez (Manchester City-ING), Gonzalo Higuaín (Real Madrid-ESP), Ángel Di María (Real Madrid-ESP), Sergio Agüero (Atlético de Madrid-ESP) e Diego Milito (Internazionale-ITA).
__

Dos nomes que constam na pré-lista de convocados a Copa América, apenas Mario Bolatti, Pablo Zabaleta e Ezequiel Garay vão encarar a Nigéria, amanhã, às 15h (horário de Brasília).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 28 de maio de 2011 Copa América, Curiosidade | 00:01

Ponelo a Tévez!?

Compartilhe: Twitter

Reprodução da web Ponelo a Tevez.

O selecionador da Argentina Sergio Batista já declarou e, posteriormente, reiterou diversas vezes que não convocaria o atacante Carlos Tévez para a Copa América 2011. Entretanto, um fã do atacante do Manchester City ressuscitou, por assim dizer, o sítio Ponelo a Tevez para manifestar-se contra o selecionador nacional. Ou melhor, a favor da convocação do futebolista.

Anteriormente, criado para pedir a convocação do ex-xeneize a Copa do Mundo África do Sul 2010, o site recebeu “mais de 10 mil fanáticos”, diz o próprio. Não necessariamente, por isso, o atacante foi ao Mundial.

“Hoje, este sitio volta motivado pela indignação de que o Sr. Checho Batista não coloque Carlitos. A idéia é juntar a maior quantidade de assinaturas digitais para apoiar o seguinte comunicado ao treinador da seleção argentina de futebol e a AFA, e que Carlitos jogue a Copa América!”, diz a home em sua apresentação.

Além da introdução e espaço para assinatura, a web apresenta uma carta aberta a Batista (e a AFA), citando os feitos do Apache, como, por exemplo, ser o único argentino goleador do futebol inglês, ser ídolo no Brasil – apesar da rivalidade no esporte – e eleito melhor jogador do Brasileirão, assim como também, ser ídolo na Inglaterra em duas equipes rivais, eleito três vezes o melhor jogador da América latina, dentre outros.

Contudo, agora, a home, que já arrecadou mais de 22 mil assinaturas, pretende conseguir um feito que parece quase impossível. Mas, aos que acreditam, não custa tentar.

Autor: Tags: , , , ,

sexta-feira, 29 de abril de 2011 AFA, Reflexão | 01:35

A AFA e os assopradores de apito

Compartilhe: Twitter

O árbitro Juan Pablo Pompei acredita que errou, Julio Grondona telefonou de Assunção, no Paraguai, e o Tribunal de Disciplina da AFA anulou o cartão dado ao colombiano Teófilo Gutiérrez, do Racing, na última rodada ante Argentinos Juniors. Este seria o quinto amarelo, o que acarretaria na suspensão do atleta na partida ante River Plate.

Em paralelo, todo esse imbróglio que tomou repercussão desmedida – visto que ganhou as manchetes dos diários nacionais – e expos algumas velhas problemáticas.

Teo foi julgado de mau caráter por alguns jogadores e defendido por outros e, em contrapartida, disse ser vítima de preconceito na Argentina por ser negro. Novidade? Convenhamos, preconceito no futebol não é algo incomum – infelizmente -, nem exclusivo e deve ser condenado sempre.

Ter intenção de machucar um colega de trabalho com uma entrada desleal tem tudo haver com maucaratismo. Mas nem toda entrada com excesso de vontade ou desproporcional pode ser visto como ação de um mau caráter. Assim não estaria sendo julgada a ação. E também não cometerei o erro de alguns que o chamaram de “mala leche”.

E pior do que as idas e vindas midiáticas do caso Gutiérrez foi perceber que a entidade que (des)organiza o futebol local, se faz tão pequena ao não apenas retirar o cartão do atleta como de transferi-lo a Pompei. Ou seja, em nome de interesses exclusos, como é de praxe, a AFA segue colecionando polemicas e diminuindo as autoridades dos árbitros. Tornando-os meros assopradores de apitos, e talvez os sejam. Mas se a própria organização acredita nisso, o que serão deles? E de nós consumidores do produto?

Curta 1. A Seleção confirmou mais dois amistosos, antes da Copa América: Nigéria, em Lagos, dia 1 de junho e Argelia, na Suíça, dia 4. Ambas partidas serão disputadas com jogadores que atuam na Europa.

Curta 2. Finalmente, Sergio Batista mostrou sua postura sobre a ausência de Carlos Tévez. Afirmou que o 9 é Messi e tem Higuaín, como segundo opção. E disse, também: “Tévez não está dentro de minhas prioridades”. Ou seja, poucas chances de ir à Copa América.

Curta 3. Boca Juniors foi convidado a participar da Emirates Cup 2011, em Londres, que será disputada nos dias 30 e 31 de julho, junto ao Arsenal, New York Red Bull e Paris Saint Germain. No sábado (30), encara os Gunners e no domingo (31), o PSG.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 8 de abril de 2011 No Exterior | 19:04

E ai, Batista?

Compartilhe: Twitter

Tévez: Candidato ao prêmio de melhor jogador da Inglaterra.

A Associação dos Jogadores Profissionais da Inglaterra divulgou nesta sexta-feira a lista de concorrentes ao título de “melhor jogador do ano” na Premier League. Dentre eles, o nome de Carlos Tévez desponta como favorito. Todavia, este fato poderia ser comum vide o futebol do argentino, mas não é por um enorme detalhe…

Apesar dos gols, da sua importância para o Manchester City, do bom futebol apresentado na Inglaterra e na Seleção, Carlitos não faz parte, ao menos por ora, dos planos de Sergio Batista para a Argentina. Isso é o que o selecionador faz questão de ressaltar sempre que é questionado sobre a ausência do atleta em suas patéticas e incoerentes convocações.

No entanto, vale observar que tudo começou por um ato errôneo, diga-se de passagem, de Tévez, que pediu dispensa da Seleção, no amistoso ante Brasil, em novembro do ano passado, no Catar, por causa de uma suposta lesão. E três dias depois da data do amistoso, o atleta marcou dois gols na vitória dos Citizens sobre o Fulham, por 4 a 1, pela Premier League.

E tal atitude deixou, claramente, Checho e Julio Grondona contrariados. E desde então, ambos vivem tentando justificar a ausência do atacante por outros motivos que não o castigo, apesar de deixar escapar em algumas oportunidades o real motivo.

Tévez ainda não venceu o prêmio, mas nem precisa para todos nós sabermos do seu valor. Todavia, o castigo por si só justificaria a não convocação. Prolongá-lo, como tem feito, beira à insensatez observando a necessidade de um jogador com suas características no selecionado. Contudo, se a “justificativa” for técnica ou tática… Quem merece o castigo é Batista.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última