Publicidade

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 Arsenal, Copa Libertadores da América, Imagem, Vélez Sarsfield | 01:04

Vélez goleia; Arsenal pressiona, mas perde

Compartilhe: Twitter

Defensores Sporting 0 x 3 Vélez Sarsfield. Embora tenha tomado as ações da partida desde o início, o Vélez só abriu o marcador aos 40 minutos do primeiro tempo, com David Ramírez. Após cobrança de escanteio, Óbolo ampliou aos 36 minutos do segundo tempo. E Sebá – aquele do Corinthians, mesmo – cobrou uma falta como nunca fez na vida (este foi o seu primeiro gol falta), colocando a bola no ângulo, aos 40 do segundo tempo, para fechar o marcador. O Fortín desde o início mostrou superioridade e solidez nas suas ações.

Fluminense 1 x 0 Arsenal. Apesar das limitações, o Arsenal apresentou um futebol convincente e não se entregou fácil. Pagou pela desatenção inicial. Sofreu o gol, de Fred, aos dois minutos de jogo, e após encaixar alguns contra-ataques tomou a iniciativa da partida pressionando os donos da casa até os minutos finais.

Leandro Euzébio, num lance lastimável, e Wagner foram expulsos pelo lado tricolor, enquanto Aguirre foi expulso pelo Viaducto. Os xeneizes agradecem.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

3 comentários | Comentar

  1. 23 samuel santos 09/02/2012 20:57

    Foi um grande jogo parabens a todos

  2. 22 Roberto Junior 08/02/2012 12:17

    Ah, e preciso também parabenizá-lo pelo trabalho. Sua análise de ontem sobre o Arsenal mostrou-se perfeita. O time realmente incomodou. Abraço!

    • Roberto Junior 08/02/2012 20:13

      Rapaz, tem toda razão. Fica tranquilo que não levei como indireta, não. Até por isso reforcei que a crítica se refere apenas ao pós-jogo. Na verdade meu grande problema é que me acostumei mal – melhor, bem rsrsrsrs – com um jogador, argentino, por sinal, que se preocupa apenas em jogar (muita) bola e se esquece das eventuais malandragens típicas do futebol: um tal de Lionel Messi. Que Deus me perdoe pela intolerância para com os mortais kkkkkk

      Abraço!

    • Marcelo Montanini 08/02/2012 19:03

      Roberto, obrigado pelo elogio.
      Quanto as suas observações, também concordo que a atitude de partir para cima do jogo é desnecessária, afinal, o jogo já acabou. Porém quanto a “catimba”, posso dizer que aqui chama-se “maladragem”. E acho patético como alguns vangloriam um e criticam outro (não foi uma (in)direta para você). Isso faz parte do futebol e pode ser visto como inteligência.
      Abração.

  3. 21 Roberto Junior 08/02/2012 9:01

    Camarada, bom dia.

    Algumas observações sobre o jogo do Flu:

    1 – Minha preocupação em relação à defesa tricolor se mostrou fundamentada. Diria Gérson, o Canhota de Ouro, nosso setor defensivo é uma baranga. Zagueiros limitados, laterais displiscentes, volantes que não acertam um passe de meio metro.

    2 – Abel não mandou o time titular a campo contra o Duque de Caxias a fim de preparar o time para ontem. No entanto, a equipe mostrou-se completamente despreparada, técnica e mentalmente. Caramba, se o adversário tem o ponto forte nas bolas altas como é que os caras ficam cometendo faltas nas proximidades da área?

    3 – A arbitragem foi lastimável. Não coibiu a catimba do Arsenal, mas prejudicou os visitantes com dois impedimentos inexistentes mal marcados. Uma vergonha.

    4 – Sobre a catimba argentina: tudo bem, faz parte. É quase cultural. Assim como é quase cultural o despreparo mental do jogador brasileiro para lidar com ela. O que não gosto de ver, e tem se tornado cena constante, é jogador de time/seleção argentino partindo pra cima de árbitros e adversários no final dos jogos. Isso é um saco e não resolve nada. E pode crer que no jogo de volta, dependendo da situação do grupo, o pau quebra em Sarandí.

    Abraço, Marcelo!

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.