Publicidade

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012 Boca Juniors | 22:38

Santiago Silva: poste ou tanque?

Compartilhe: Twitter

Após firmar contrato por três temporadas, Silva foi apresentado na Bombonera e viajou para Tandil, onde o grupo faz pré-temporada.

“Minha forma de jogar encaixa perfeito no Boca [Juniors]”, afirmou o atacante uruguaio Santiago Silva, ao chegar ao clube com o respaldo do treinador, Julio César Falcione, e, sobretudo, do maior artilheiro xeneize de todos os tempos, Martín Palermo. Afinal, foi duas vezes campeão argentino, por Banfield ’09 e Vélez Sarsfield ’11, e duas vezes artilheiro.

Logo, com credenciais para a vaga em aberto, diga-se. No entanto, ele terá poucas oportunidades para fazer jus as suas palavras, visto que no primeiro semestre só poderá atuar Copa Libertadores da América, segundo determinações da Fifa. Mas, ainda assim, pode-se dizer que é um reforço. O atleta foi adquirido por 2,5 milhões de euros e assinou contrato por três temporadas. 

Apesar do título do Apertura, o ataque xeneize foi a maior deficiência da equipe de Falcione. Muitos passaram pelo setor e nenhum deixou saudade, apenas poucos gols. Como o intuito é volta a ser temido, o clube necessita bem mais do que apostar num frágil Juan Román Riquelme com suas bolas paradas e num ataque que marca gols esporadicamente.

Embora a passagem do uruguaio pela Fiorentina não tenha deixado saudades tampouco a estadia no Parque São Jorge, Silva é um atacante de referência e goleador, a julgar pelas últimas temporadas no futebol argentino. Se em alguns países ele não passou de um poste, em terras portenhas ele tornou-se o Tanque. E se se mantiver assim, os boquenses agradecerão.

Pablo Ledesma – Dado como certo em La Bombonera há semanas, o meia ainda não assinou com o Boca Juniors. Segundo Falcione, o entrave é a questão financeira. No entanto, o clube espera o anunciar ainda nesta semana. Seria outra ótima aquisição.

Autor: Tags: , , , , , ,

2 comentários | Comentar

  1. 22 Raulinson josé 20/01/2012 1:22

    É preciso reforçar-se ao máximo.Um elenco forte para a libertadores pode fazer toda a diferença e possibilitar-nos uma campanha digna, ao menos…

    • Marcelo Montanini 20/01/2012 12:38

      Raul, mas vou reforçar uma ideia, reforço na minha cabeça é subjetivo. Contratar com qualidade é preciso, daí vai mostrar ou não que é um reforço. Mas sou a favor de contratações pontuais para esta equipe. Silva foi uma, Ledesma se fechar se outra. Abraço.

  2. 21 ronaldo alves bento 19/01/2012 21:47

    Claramente na Argentina ele é Tanque, mas vai ter de apostar em Blandí no campeonato local, o q no futuro pode ser uma preocupação quando Viatri voltar e Silva puder jogar pelo campeonato nacional, o que deixaria muita gente em pouca posição.

    • Marcelo Montanini 20/01/2012 12:35

      Ronaldo, apostar em Blandí não é um problema. E diga-se, quanto mais nomes houver para escolher, melhor. Pois aumento a disputa, a vontade e joga o melhor. Nem Silva pode ter vaga cativa nesta equipe. Abraço.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.